Alemanha aprova lei que permite grampo em aplicativos de mensagem
29/06/17

O parlamento alemão aprovou uma lei que permite a interceptação de conversas em serviços de mensagem,como o WhatsApp. A norma garante que agentes de segurança do país acessem essas comunicações, mediante decisão judicial. As informações são da agência de notícias alemã Deutsche Welle (DW).

O texto da lei delimita que, após liberação pela Justiça, as forças públicas de segurança poderão instalar um software de espionagem (spyware) no celular do investigado. O programa possibilita que as mensagens sejam lidas antes de serem criptografadas. "A legislação proíbe ainda os serviços de mensagem de impedir esse monitoramento”, explica a DW.

A nova lei ampliou ainda a busca em computadores pela internet. Antes dessa norma, essas apurações eram limitadas ao combate ao terrorismo.

A partir de agora, diz o veículo, esse monitoramento de dados engloba suspeitas de assassinato, pornografia infantil, tráfico de drogas, falsificação de dinheiro e até sonegação fiscal.

Fonte: http://www.conjur.com.br

<<Voltar