Corte europeia começa a julgar se prisão perpétua pode ser exclusiva para homens
01/04/16

Foi marcado para o dia 20 de abril o início do julgamento sobre a lei russa que prevê prisão perpétua apenas para os homens. A Corte Europeia de Direitos Humanos vai discutir se a regra é discriminatória e, por isso, proibida pelo Conselho da Europa.

Na Rússia, apenas um grupo de criminosos pode ser condenado à prisão perpétua: homens com idade entre 18 e 65 anos. Menores de idade, idosos e mulheres ficam livres da punição vitalícia, não importa o crime que cometam.

A legislação está sendo questionada na corte europeia por dois homens. Para eles, o direito à igualdade entre os gêneros não permite que a punição seja diferente de acordo com o sexo do condenado.

Fonte: http://www.conjur.com.br

 

<<Voltar